Arquivos da categoria ‘Moda’.

Desejo da semana: Slide Sandals!

por Nathália Biancalana

Choker, metalizado, brinco de cruz e agora as slide sandals, sim, os anos 90 estão dominando o universo da moda.

Para quem não sabe, as slide sandals são aqueles chinelos de uma tira só bem larga, que antigamente eram usados somente por homens. Pois é, o mundo da voltas e elas caíram no gosto das mulheres do mundo todo e não é que de fato elas dão um up em qualquer look basiquete?!?

Olhem só:

chinelo-slide-virei-moda

2aaaf01aca1432e048565a105d73b184

1a8320b01bdc42cc455ff2235e761ab8

76313e79263d58fbcf71fdf3eb10a6e7

chinelo-slide-zara-virei-moda

7aaa0270207c77b13acc6874c4987a5b

2307d7a27a0acb181d23d644368e6b13

d9758472d5e27e88fa3abf0f9d5b7251

rosa cha

A produção fica certamente mais descontraída e despojada com as slide sandals!

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Semana passada comecei o post “construindo um armário”, primeiramente com as partes de cima. Hoje, resolvi falar das peças que não podem faltar em qualquer armário, na parte de baixo.

Olhem só:

1- Shorts jeans: Sim, o shorts jeans é mega versátil, dá para usar tanto com um look despojado com t-shirt e rasteira, como um look mais arrumadinho, com blazer e salto-alto. Ah, e quem aqui pensa que o shorts jeans se limita aos dias de calor, está enganado, ele cai perfeitamente bem no friozinho com uma meia-calça.

shorts jeans

shorts jeanss

shorts jeansss

shortsssss

2- Saia midi: Elegante sem ser boring, a saia midi pode ser usada em looks informais também, com uma t-shirt de nozinho e um tênis! E claro, cai perfeitamente bem no escritório! E libertem-se, a saia midi pode ser jeans, estampada, floral, de paetê, evasê…

saia midi

saia midi2

saia midiiii

saia midiiiiiiiiiii

saia midiiiiiiiiiiiiii

3- Calça jeans: Nossa companheira de todas as horas, a calça jeans permite mil combinações possíveis, sim, é como um quadro em branco! Tem flare, skinny, reta, destroyed, boyfriend, escura, com lavagem, colorida, preta, branca, desbotada e por aí vai! Para todos os gostos!

flare

jeans

jeans2

calça jeans

4- Saia de couro: A saia de couro é outro item básico que serve como uma ponte que liga uma peça a outra. Pode ser usada de diversas maneiras, com camisa, regata cavada, tênis, bota, saia de couro midi, curta, colorida…

saia de couro

saia de couroo

courooooooooo

saia de courooo

courooo

couroooo

couroooooo

5- Calça de Moletom: Porque conforto é a palavra da vez! Longe de se restringir a looks de casa ou academia, a calça de moletom ou jogging é comfy e cool e fica incrível com um salto-alto fino!

MOLETOM

MOLETOMM
calça de moletom

6- Legging: Pode ser de couro, algodão, neoprene, veludo, pode ser preta, vermelha, verde, estampada, metalizada, cintura alta, cintura baixa, o que realmente importa é ser legging! Confortável e versátil, se combinada com outros elementos fica extremamente estilosa!

legging

legginggggg

legging veludo

legging disco

discooo

legging veludooo

legging veludoo

legging

legging veludoooo

disco

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Porque de nada adianta ter milhares de peças e elas não conversarem entre si. Roupas básicas servem como uma ponte, um canal que liga uma peça a outra, sem ficar too much. 

Moletom com saia e salto-alto?!? Pode sim! Blazer de paetê com shorts jeans, durante o dia?!? Pode também! O moletom é básico, o jeans também e usá-los com peças inesperadas proporciona uma injeção de estilo imediata!

Por isso, fiz uma seleção de peças que não podem faltar no armário, que realmente são essenciais e atemporais, possibilitando compor diversos looks. Nesse post, começo com a parte de cima. Olhem só:

1- T-shirt: Talvez o item mais básico de todo guarda-roupa. Literalmente vai com tudo, em tudo. Com o bom e velho jeans, com a saia midi, com biquíni na praia. Para dar um up no visual?!? Aposte no nózinho!

t-shirt

t-shirt2

2- Camisa/jaqueta jeans: Mega coringa, fica incrível amarrada na cintura com um vestido justinho.

camisa jeans

jaqueta jeans

3- Blazer: Do escritório ao happy hour, do jantar à festa. O blazer é um item extremamente versátil que nunca faz feio. Do estruturado ao oversized, de paetê, de tweed, o que não falta são modelos para o clássico da moda.

maxiblazer

blazerpaete

oversized blazer

4- Camisa Xadrez: Para quem acha que a peça é sinônimo de festa junina ou ao visual grunge, não se engane. A peça não se apega a rótulos, ficando incrível com peças clássicas, como a saia lápis e scarpin.

camisa xadrez

camisa xadrezz

camisa xadrezzz

5- Malha: Sim, a peça é quentinha, confortável e não pode faltar no inverno!

malha

malhaa

6- Moletom: Sem aquele velho e retrógrado paradigma de que moletom é para usar com tênis, calça jeans ou roupa para a academia! O moletom é um item básico e que proporciona um estilo super cool se usado com saia e até mesmo salto-alto, é só deixá-lo te surpreender sem medo de ousar!

moletom

moletommm

7- Regata: Sempre presente em nossos looks de verão, a regata é mega versátil e tem para todos os gostos. Desde o modelo cavado (para usar com um top rendado) até mesmo o coringa de seda, que cai perfeitamente bem para o escritório.

regata cavada

regata cavadaa

regata basica

regata maxi

8- Jaqueta de couro: Sem sombra de dúvidas é a nossa melhor amiga depois do vestido preto. Fica incrível num look mais rocker, mas, também cai perfeitamente bem com um vestido mais elegante.

jaqueta de courooo

jaquetadecouro3

jaqueta de couro2

9- Colete: Quase nunca é lembrado, mas quando optam por ele, torna-se imediatamente o protagonista do look. Têm de alfaiataria, jeans, de couro, fluffy, oversized, o que não falta é opção para dar um estilo ao visual!

colete alfaiataria oversized

colete jeans

10- Pashmina: Finalizando com um dos meus acessórios prediletos, a pashmina. Quentinha e básica, cai bem em diversas produções, inclusive em looks de festa. Quero mais o quê?!?

pashmina

pashmina2

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Para ficar de olho: long shorts

por Nathália Biancalana

Confesso que sempre torci o nariz para o long shorts ou bermuda, como preferir. Mas, de um tempo pra cá, estou cogitando me aventurar em novas terras.

Inúmeras grifes, como Thierry Mugler, Giorgio Armani, Alexander Wang, entre outras, estão revivendo o tal shorts no comprimento dos joelhos ou um pouco acima dele, com um shape reto mais largo.

1

Aigner, Dries Van Noten e Louis Vuitton.

2

N21, Thierry Mugler e Giorgio Armani.

3

Jeremy Scott, Alexander Wang e Arthur Arbesser.

Ok, na passarela tudo fica lindo, mas será que na vida real ele realmente funciona?!?

Sim, mas aqui vão algumas dicas de como/onde usar o tal long shorts:

  1. A bermuda aliada a uma camisa e um bom salto (de preferência scarpin) vai perfeitamente ao escritório, mas, por favor, nada de bermuda agarrada ao corpo.
  2. Quer aderir a tendência da vez, mas não está disposta a pagar por isso, afinal, não sabe se vai conseguir se acostumar?!? Que tal cortar seu jeans velho na altura dos joelhos?!? Desfie e faça uns rasgos, além de ficar cool, se não gostar, é só cortar uns dedos a mais e fazer um shorts!
  3. Long shorts de cintura alta fica extremamente elegante e sexy se usado com um cropped!

Agora que aprendemos como usar, segue algumas fotos para nos inspirarmos:

7b72b01b5f0066d5c394dcc978530154

9daea706a0e8b194dbeadf95f133902b

ce21e060d7192628f0ead3984a09eb72

d8cc299589608eaf17c5cc81f544b418

114c3df1291f47b9a6ef0c32bf64116b

e2133a2891e80957aff99114bb6c8db2

fashion-2015-06-long-bermuda-shorts-camille-over-the-rainbow-main

fashion-2015-06-long-bermuda-shorts-babble-main

fashion-2015-06-long-bermuda-shorts-damsel-in-dior-main

fashion-2015-06-long-bermuda-shorts-fashion-guitar-main

fashion-2015-06-long-bermuda-shorts-song-of-style-main

fashion-2015-06-long-bermuda-shorts-thank-fifi-main

fashion-2015-06-long-bermuda-shorts-this-time-tomorrow-main

fashion-2015-06-long-bermuda-shorts-we-wore-what-main

E aí, quem aprova o modelo?!?

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Ícone Fashion: Caroline de Maigret

por Nathália Biancalana

Hoje a inspiração para essa sexta-feira vêm direto da Cidade da Luz: Paris!

Caroline de Maigret é francesa, modelo, fez inúmeros desfiles para marcas de peso, como: Chanel, Balenciaga, Hermès, Lanvin, Dior, Marc Jacobs, etc. Embaixadora da Chanel e queiridinha do meu workaholic predileto Karl Lagerfeld, presença marcada na primeira fileira das semanas de moda mais importantes do mundo, produtora musical, escritora, inclusive é autora de um livro que desmistifica o estilo made in Paris, chamado “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo”. Quarentona impecável, mãe de dois filhos, aquariana (ninguém é perfeito hahaha) e dona de um estilo INCRÍVEL!

caroline-002

Caroline é do tipo de mulher que não segue a moda, porque sem sombras de dúvida a moda a segue!

Dona de uma beleza natural, cabelos longos jogados ao vento, seguindo aquela ideia de que dormiu com o cabelo molhado e acordou assim: maravilhosa! Possui franjinha bem rente aos olhos, sua marca registrada! Quase não usa maquiagem, apenas um olho esfumado e um batom nude.

9d0e58c7b16d69574a1d573d286974b4

Seu estilo é sem dúvida easy chic! Aquela pegada clean, prática, comfy, e ao mesmo tempo elegante, com uma pontinha de charme que faz TODA diferença no estilo das francesas! O seu charme, em particular, vem de um pé no estilo boyish, ela usa e abusa de peças masculinas para compor suas produções, seja com um shape largo, um oxford bapho ou uma camiseta larguinha detonada.

a

Como é adepta do estio comfy easy chic, nos seus looks não podem faltar um bom e velho jeans, malhas, jaqueta de couro, camisetas podrinhas, blazer, calças larguinhas, camisas e claro, a cor das francesas: AZUL MARINHO!

5f6aa6430a577d35200de73b981d64e5

c704aa3bc7b55f3833f34e58410b105b

0fc6f641595b880edd107080dc359df8

3c87769d74c8094d4d3c36a46b140908

3da02cbe3a8ebacc65a389011b581c89

6a1bed0e0647af79310c7b9ea917ed22

3d70106a924f5b2da9a1a522b8354c22

7a2e42a11f6206c6af6c3180aaa59fe5

7c5a5df518edd1f5e6461e87af0171f0

8cb89cc11c37db762180a5f7c928e1ec

56a7a0ea381af1ec9b44a0f53d4d2a4d

a265a1a6da10d547100122d5de05653d

c6f59278fcb26fb021ad4382ca9ae744
Também, como boa francesa, é adepta das flats, oxford, rasteiras, sapatilhas (clássicas), sneakers, pois, toda francesa que se preza alia o bom gosto ao conforto. Aliás, elas não gostam nenhuma pouco daquela produção milimetricamente montada, nada que pareça que deu muito trabalho e também, nada que seja artificial demais, isso é nítido na beleza das francesas, que raramente descolorem os cabelos (nada que seja muito marcado e que pareça tintura) ou fazem plásticas, a maioria delas acham péssima a ideia de silicone, pois, apreciam um estilo natural. E cirurgia no nariz?!? Never, o nariz das francesas é com toda certeza do mundo, sua marca registrada!

d77ff0c8a8ffd13db3bd160414a2d339

383fd0bb1fcbc347d4cd49eb2b113992

700a998adcb1bd1d93bff7ed028ba742

d51c7d4fddd6942c83fdbb1d2408a42f

Portanto, o estilo de Caroline de Maigret é básico, elegante, descontraído e charmoso sem muito esforço!

Para nos inspirarmos nessa sexta!

how-to-be-parisian-580x580

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Desejo da semana: Meia aparente

por Nathália Biancalana

Se você quer realmente quer saber quais tendências vão desapontar, acompanhe o trabalho de Alessandro Michele, o novo diretor criativo da Gucci! Ele é um jovem senhor (42 anos) e com um feeling para moda impressionante! Certamente, vocês repararam que o geek está de volta… Óculos imensos, saia midi plissada, malinhas no lugar da bolsa…Sim, essa tendência super in é fruto da Coleção de Verão da Gucci 2016.

gucci

Gucci

Depois de ficar imersa em pesquisas referente à Gucci, não poderia ser diferente, meu desejo da semana é a meia aparente, usada com sandálias (sim, depois desse post, acredito que você vai parar de torcer o nariz), botinhas, tênis, oxford, etc! Meias brancas, meias pretas, coloridas, de poá, xadrez ficam incríveis com saia midi e até uma calça com barra dobrada!

6b48c91aff849d291c0804b77e001763

Lembrando que, as meias do momento não são na altura do joelho (estilo colegial), e sim na altura da canela, pode deixar mais folgada, com dobrinhas, a mens que seja meia fina. Aqui vão algumas regras básicas:

  1. A primeira e mais importante, a meia é aparente, então deixa a meia velha para dormir, por favor!
  2. Quanto mais grosso for o fio dá meia, mais esportivo o look ficará, portanto, se optar pela meia fina, o look se tornará sem dúvidas mais social.
  3. Essa tendência não tem nada de jeca, Alexa Chung é adepta há uns bons anos!

3d08d9afddadaefa17790e237cc42ee3

Olhem só e se joguem na meia aparente, confesso que estou desejando uma verde musgo de poá branco!

740fbba29a3de4bf7397fb283d5afe56

c0aa461a116a22e9a720656e3f2a9f79

0cc7e1aacf019ebc48467f62fd4bb435

5b1a15265dca01d5312e35f8a245f71b

7b0daef417aead6642b52c31ea73eb3f

396fd7292fbf8cf03590669b11998914

81ec15e2e0e9f63e57dda00a2084b7ea

2890d3b06bd7980e66e42c3a25c0a618

5e01dfefd6bdc21659aaf050e613c305

786c90a4197a8c5f3176dfd0580a6b90

08c85c694ed49e9592884a2a63b227c7

55888bfd0b5ee9efaeef94155daa6395

acfb69585613154042d83c9b230bee71

815184a010d9bce0213038e5db92a7a4

d3714f83572f1cd96e7c0aa56d040cb7

e40a2caf591accc12d9dd8e15d06e983

efd9679627b65e2fa509d8fa6dd69479

meia-aparente-look-street-style-leandra-medine-destroyed-moletom

meia-aparente-look-street-style-moletom-saia-listrada

sock-fashion-greys-red-shoes-full-image-photo-by-shotbygiocom-george-angelis-woman-skirt-heels-and-socks-milan-fashion-week-fall-winter-2015-2016-street-style-7805

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Para ficar de olho: Flores

por Nathália Biancalana

Se prepare para sentir uma profusão de aromas e cores, o jardim secreto finalmente abriu às portas e as flores estão por toda parte!

c8b6227d2fc2579f82a122c44cc41c73

Romântica e doce, as estampas florais reinam em absoluto nas passarelas mundo afora, grandes nomes, como: Gucci, Dolce & Gabbana, McQueen, Missoni, Valentino, Fendi, Versace, entre outros apostaram no mood!

gucci1

Gucci

gucci2

Gucci

DOLCE & GABBANA, Milão, Inverno 2017

Dolce & Gabbana

dg1

Dolce & Gabbana

dg2

Dolce & Gabbana

dg 3

Dolce & Gabbana

zuhair, burberry, valentino

Zuhair Murada, Burberry e Valentino.

ch, mcqueen, delpoz

Carolina Herrera, Alexander McQueen e Delpozo. 

stella mccartney, victoria b

Victoria Beckham e Stella McCartney

delpozo dg

Delpozo e Dolce & Gabbana

Alguns looks remetem o Barroco, exemplo da italiana Dolce & Gabbana, outras, como McQueen, sem dúvida nenhuma, evoca a Era Vitoriana! Seja lá qual for a inspiração, as flores dão um perfume vintage e feminino a qualquer look e ficam incríveis num mix de estampas, com listras ou poá. Ah, e como vocês viram, as flores vão além das roupas, invadindo acessórios, como sapatos, bolsas, óculos, etc.

A B C D E F

G H I

Dias floridos virão!

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Desmistificando: Moda agender

por Nathália Biancalana

De tempos em tempos a moda sofre alternâncias significativas devido a movimentos culturais e comportamentais ocorridos na sociedade, deixando de ser um fenômeno estético frívolo, para se tornar uma forma de expressão cultural, social e comportamental de uma época.

Atualmente, o movimento #agender, #nogender, #genderless, ou como preferir, vem dominando o universo das passarelas e do street style, como exteriorização de uma sociedade que grita pela liberdade de gênero, visto que agender significa gênero neutro, unissex.

unissex

Esse movimento nada tem a ver com orientação sexual e tão pouco com identidade de gênero, é uma proclamação para a liberdade de escolha, um berro pela libertação da cultura obsoleta de divisão de gêneros, resquícios de uma civilização soberana sexista e preconceituosa. Esse movimento surge portanto, como um contraponto à voga reinante.

Diversas grifes apresentaram em suas coleções a moda #nogender, como: Gucci, Prada, Armani, Louis Vuitton, Jean Paul Gaultier, Margiela, Rick Owens (que inclusive foi além e quis chocar, criando um vestuário masculino em que o pênis dos modelos ficavam à mostra em seu desfile de inverno 2016 em Paris), Baja East, Barneys, Selfridges, Zara, C&A, Melissa (que criaram a linha unissex da sandália Flox e do oxford Dance Machine), entre outras. Porém, nem todas obtiveram êxito (no meu ponto de vista, obviamente). É notório um comportamento receoso nas campanhas publicitárias das marcas, como se não bancassem e não acreditassem no que dizem e vendem!! Por exemplo, em vez de vermos saias em homens, fica aquela coisa batida de não querer ousar em decorrência do medo que esse burburinho irá causar, resultado: Aquela coisa morna, sem vida, tediante, esperada. Quem foi contra essa maré insossa foi sem dúvida a Baja East, achei a campanha incrível!

gucci

Gucci

zara

Zara

comme des garçom

Comme des Garçons

baja east2

Baja East

rick owens

Rick Owens

Mas no final, qual o mood dessas roupas?!? A maioria é minimalista, com corte reto, sem ser ajustada ao corpo, possibilitando assim, ser usada por ambos os sexos.

3d453fd7b6c15d3fb811c33a455db3cf

Pensando pelo lado histórico, esse movimento acontece desde 1915. Devido a Primeira Guerra Mundial, inúmeros estilistas introduziram referências masculinas e militares em suas coleções femininas. Jaquetas e conjuntos de corte largo/reto e sóbrio eram muito usados pelas mulheres na época, inclusive calças, macacões e jardineiras eram exibidos por mulheres durante o trabalho árduo nas indústrias, hospitais e campos. Coco Chanel e Yves Saint Laurent foram os verdadeiros precursores da liberdade do movimento feminino, prezando pelo conforto, simplicidade, funcionalidade e praticidade (mais IN do que nunca). Chanel com as calças e tailleurs inspirados em uniformes da marinha e YSL com a revolução do le smoking, lê-se terninho!

le smoking ysl

Le smoking– YSL

O X (em maiúsculo mesmo que é pra frisar) da questão é: é mais fácil trazer elementos do guarda-roupa masculino para nós mulheres do que o contrário. Sim, isso é uma afirmação. Agora surge o questionamento, por qual motivo?!? Acredito que seja pertinente colocar em pauta o fato de apresentarmos uma estrutura física diferenciada, e, claro, o homem têm pênis, gente, isso faz volume, logo, as calças necessitam ter um shape reto. Ok, seguímos adiante, o fato é que os Homens se negam a usar determinadas cores e roupas (saia, por exemplo) por acreditarem realmente que terão sua masculinidade e virilidade abalada, em outras palavras, eles acreditam que isso é coisa de homossexual! Sim, salvem exceções (vocês de fato fazem a diferença no mundo, mas a regra não é feita de exceções), esse é o grande problema que a sociedade enfrenta, essa vinculação oca de orientação sexual com costumes arraigados e isso não se restringe ao universo da moda, vai muito além disso, as separações por gênero incluem brincadeiras na infância (aquela separação tosca, menino brinca de carrinho e menina de casinha e boneca) profissões e mais um monte de comportamentos extremamente retrógrados.

A critério de curiosidade, os homens usam saia bem antes do que as mulheres! SIM, esse fato procede. Em Roma, os homens tinham costume de usá-las, pois era uma maneira de deixar as pernas robustas à mostra, visto que elas representavam os pilares da força. “Os gregos e romanos usavam túnicas, o que quer dizer, saias. Povos de regiões montanhosas como os escoceses e os gregos modernos usam o que são, na verdade, saias. Mulher do Extremo Oriente e do Oriente Próximo usavam calças.” (A Roupa e a Moda- James Laver).

Rosa era cor de menino bem antes de ser de menina. Homem usava maquiagem, meia-calça e salto-alto (Luís XIV não me deixa mentir). Os homens eram muito mais adornados do que as mulheres, usavam laçarotes, fitas, meias de seda, perucas, pó branco, etc. E sabem por qual motivo as mulheres apareceram extravagantes?!? Pois era uma maneira de os homens ostentarem riqueza através de suas esposas.

luis

Onde eu quero chegar com tudo isso?!? É simples, na liberdade de expressão. Chega de achar um absurdo o boy do lado de salto-alto, você não gosta, ok, cada um na sua, mas nada de ficar fazendo juízo de valor embasado em ignorância. Sim, era isso o que eu pretendia com esse post e o que eu pretendo diariamente com esse blog, informar, passar aquilo que eu aprendi e aprendo diariamente, tirar as pessoas da escuridão, que seja uma pessoa se quer, isso já me faria extremamente feliz. Acredito no potencial que a moda possui de se comunicar , ela é um verdadeiro catalisador de movimentos históricos, étnicos, culturais, sociais e comportamentais. Moda não é um mundo oco, oca é a sua ignorância!

No mais, segue fotos para nos inspirarmos!

foto-2

0c6e60e7fe2f27e2a262965cede6f422

2b4785f2e8ca76b8ea66370a7d91df98

52acbbf3317e04afbdb43d9cd4b0de2f

92770a3e05bb03f74af37ad9f2cb34da

4df91374917a08c300e5f0207ab15741

6b5720838eeeb1b2d0abeaa27dc8a6d5

7d868b4ca651076fe5d84c889bc936f5

agender-900x996

302a1923a6c5ddcb8612e6ef21c6dae8

7e12faeca4b48ba8732e6f5cf6d53d9d

3eb5104e78115fd14eb19d5a038487a0

joseph resort

marc jacobs

Marc Jacobs

INFANTIL 1

INFANTIL 2

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Desejo da semana: Sola tratorada

por Nathália Biancalana

É como se eu tivesse dormido e de repente… Back to 90’s! Sim, não tem por onde fugir, estamos no mood rebel e o meu desejo da semana são as solas tratoradas, que possui esse nome por lembrar os pneus de trator!

sl

Santa Lolla- R$ 329,00

Em cena desde 2011, o tractor sole nunca nos abandonou de vez, talvez por possuir uma pegada comfy ou um estilo grunge que fica incrível com vestidos florais soltinhos, sleep slip dress, casacos pesados e claro: chunky boots! Ou, com aquela skinny e camisa xadrez amarrada e até mesmo com uma pantacourt preta e com as botinhas da mesma cor, para alongar a silhueta!

0dd640b56aab73d90eb33813235c3425

7a7fde3c1afffb0fd5bc73fcda10fee2

a561f5a3554fef9502c3420588c943d8

8915d9239d84070950f6112b1f5e46fe

b2efea9174717cf50aa88939e490017c

13319733_859122040881891_7357824057192954969_n

e103545dbea8403212473f199f41762b

Stella McCartney Shoes.

JF 6santa lolla 7

sll

e4f1caa3957c9a808e2e8ef25fb6c59a

3887818978fb0dd48e45d3509cd47a3b

sandalia-tratorada-tendencia08

13244788_859122027548559_7459508703901919977_n

7ff399abb750c95d6e164a8465b9693d

JF 7

TRATORADA-3

lookblusc3a3o3

JEFFREY 1

3

aliexpress

d41597c4a149b0959075905be9b3d1c3

O designer Jeffrey Campbell é o mestre das tais solas tratoradas, mas, é possível encontrar em terras nacionais um heavy shoes para chamar de seu! Os meus preferidos são da Santa Lolla, que por sinal, está com uma coleção incrível, jurooooo, tem coturno envernizado, estou de-se-jan-do!!!!! A Melissa tem algumas botinhas fofas, inclusive open boot que é tendência (farei um post sobre isso), mas, a tal Soldier, pelo menos na loja online, só é possível encontrar na cor militar (que por sinal, acho mara) e a Stellar acabou na loja online, só a infantil. Na Taquilla é possível encontrar umas botas tratoradas, inclusível cut out, mas, achei a sola bem pouco tratorada e fiquei com implique! Minhas preferidas são:

acf

bde

1- Bota Chelsea- Santa Lolla- R$ 429,90
2- Open boot Antares II- Melissa- R$ 210,00
3- Coturno no gender- Schutz- R$ 520,00
4- Bota Verniz- Santa Lolla- R$ 449,00
5- Mocassim Vivier para Dafiti- R$ 129,00
6- Bota salto grosso- Toni Salloum para Dafiti- De R$ 439,99 por R$ 339,99

 

E aí, gostaram?!?

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar

Na cabeceira: 4 livros de moda

por Nathália Biancalana

Olá, hots!

Hoje é segunda-feira e nada melhor do que começar a semana com um livro novo! Pensando nisso, fiz uma seleção de 4 livros de moda que eu amo e indico de olhos fechados! Olhem só:

1- Confidencial: Segredos de Moda, estilo e bem-viver- Costanza Pascolato

confidencial

Inicio com um dos meus livros prediletos, que narra a trajetória de moda da matriarca de estilo Costanza Pascolato. A italiana dá dicas e truques fundamentais de disciplina e elegância. Além de abordar assuntos de beleza, simplicidade e claro: viagens! Seus ícones de estilo?!? Diana Vreeland (amo) e Chanel!

“Nunca me senti diminuída por não poder dirigir nada melhor do que um fusca quebrado. Não me sinto uma pessoa melhor hoje, porque meu carro é mais bacana. O importante é fazer o melhor com o que você tem, inventar detalhes como cores fashion e cordinhas bonitinhas para alegrar a vida.”

2- A Parisiense: O guia de estilo de Ines de La Fressange com Sophie Gachet 

a-parisiense1

Meu eterno livro de cabeceira. Tenho esse livro há mais de 4 anos e ele contínua sendo consultado frequentemente. É um verdadeiro guia de moda e estilo!! Ines nos transporta para o mundo incrível que é Paris, e nos mostra como é o verdadeiro estilo da mulher made in Paris, além de dar dicas fascinantes de moda, make up e lugares que valem a pena conhecer na Cidade da Luz!!

“A parisiense adora descobrir novas grifes. Principalmente se forem criativas e acessíveis. Ela fica mais orgulhosa com uma descoberta no supermercado da esquina (sério, há peças ótimas no Monoprix!) do que por ser a primeira a possuir o último modelo de “it bag”, carérrimo, sobretudo se é vendido em lista de espera (que vulgar!). Seu guarda-roupa é habilmente composto de “coisas baratinhas”, de roupas compradas em viagens e de algumas peças luxuosas. Assim, quando usa um jeans, nunca sabemos se é Gap, Notify, H&M ou Hermès! Ela não faz o gênero de torrar todo o seu salário num must-have. Primeiro porque não tem dinheiro, e depois porque considera que tem tanto talento quanto uma estilista: por que pagar caro por uma produção que ela mesma poderia ter imaginado?A parisiense tem essa arrogância de pensar que nunca estará fora de moda. Ela não liga para a moda. Embora sempre use um pequeno detalhe provando que domina as tendências. É aí que está seu charme.”

3- Casa Gucci- Sara Gay Forden

livro

Itália, moda, dinheiro, sangue, traição em uma trama envolvente e verdadeira! Literalmente uma história de glamour, cobiça, loucura e morte que relata o clã da família Gucci, uma das grifes mais importantes do mundo, fundada em 1921, em Florença, na Itália. Um verdadeiro livro de negócios com um Q maiúsculo de romance. Ah, o livro menciona a trajetória de estilistas de peso dentro da grife italiana, como Tom Ford!

“Para entender Maurizio Gucci e a família de onde veio, é necessário conhecer a natureza toscana. Diferentemente dos afáveis emilianos, os austeros lombardos e os confusos romanos, os toscanos tendem a ser individualistas e arrogantes. Eles se sentem representantes do manancial de cultura e arte da Itália e são especialmente orgulhosos de seu papel de fundadores da língua italiana moderna, graças em grande parte a Dante Alighieri. São chamados por alguns de “franceses da Itália”- insolentes, auto-suficientes e fechados aos estrangeiros. O romancista italiano Curzio Malaparte escreveu sobre eles em Maledetti Toscani.”

4- Girl Boss- Sophia Amoruso

girlboss

Girl Boss conta a história da Sophia Amoruso, a mulher literalmente #vidaloka que fundou e comanda a Nasty Gal, uma companhia de 100 milhões de dólares com um escritório gigante em Los Angeles, um centro de distribuição e entrega em Kentucky e 350 empregados. O livro relata seus furtos, demissões em empregos, caronas pelo mundo à fora e claro, como surgiu a ideia de construir uma loja vintage no eBay!

A última coisa que o mundo precisa é de mais uma pessoa sem graça e mais uma marca sem graça, então aceite todas as coisas que a tornam diferente. Altere as suas roupas o quanto quiser, mas não ouse alterar a pessoa esquisita que existe dentro de você – ela te apoia tanto quanto eu.”

E aí, gostaram?!? Em breve darei mais dicas de livros de moda!

Baci

Seja a primeira a comentar

Compartilhar